sexta-feira, 17 de junho de 2011

Uma nova Política para a Cultura, Já!

Teatro de esquina , de palco e de rua. Com o nascimento em Roma o Teatro encantou pela sinestesia dos dramas e realidades do amor e da dor. E o futuro foi à expansão na criação e transformação da realidade para o Cinema.

Qual a importância do Cinema para a nossa Cultura? Inicia-se em Fortaleza a abertura do Festival Varilux de Cinema Francês. De 17 à 23 de Junho sofreremos da overdose de magnetismo, diversidade e tempero das sensações em emoções contemporâneas. Do Lobo à Copacabana, encontramos cenário de uma ponta a outra do mundo. O questionamento que farei é a metodologia implantada na educação com base na cultura.

 

Com um mundo de informação, onde os custos são baixos para o público, porque não mais divulgação? Na educação deveria ser de direito dentre tantos passos livres, a implantação do vale cultura desde os tempos primórdios de nossas políticas públicas.

 

O Teatro está aí, nas ruas, com o regionalismo e as adaptações mais singulares que visualizamos. Já o cinema traz a pluralidade da cultura investida de ponta a ponta de nosso planeta. Ambos importantes para a assimilação de uma sociedade interativa.

 

Sinto novos tempos no avanço da tecnologia, sinto o interesse da sociedade em fazer parte do contexto que nos cerca. Mas esse real interesse deve surgir na filosofia de nossa criação. A Sociedade cobra por política melhor, o capitalismo sofre por abertura aos baixos valores, mas multiplica os números tão necessários para a sua existência.

 

Vamos encher as salas, vamos fazer a publicidade de boca a boca já que nem todos têm acesso às informações, o interesse da busca se dá não apenas pela necessidade de se querer mais, mas pelo dilema de ao menos se ouvir falar sobre um evento ou outro que traga transformação.

 

É preciso mais humanidade e compartilhamento de nossas necessidades aos políticos que nos favorecem? Pois vamos sentá-los na poltrona ao nosso lado e informá-los que podemos ser a palavra de mudança nas urnas, e os atores sociais que compõe a suas vidas.


Divulgação da Cultura - http://www.festivalcinefrances.com/programacao.php?id=20

 

Por Jane Eyre Queiroz

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário